Dono de concessionária preso com sete quilos de maconha cultivada em laboratório

Dono de concessionária preso com sete quilos de maconha cultivada em laboratório

O dono de uma concessionária de veículos foi preso em flagrante com sete quilos de skank, uma espécie de maconha cultivada em laboratório, com efeito concentrado. A droga foi encontrada dentro do estabelecimento, na Avenida José Osório, bairro da Madalena, no Recife. O suspeito, Gilvan Milet Morais Filho, de 40 anos, foi preso em casa e confessou o crime.

 

Autuado por tráfico de entorpecentes, ele foi encaminhado ao Centro de Triagem e Observação Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima. De acordo com a polícia, o suspito tinha duas passagens pela polícia: uma pela Lei Maria da Penha e outra por embriaguez ao volante.
 
De acordo com o delegado João Leonardo, do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), a prisão foi resultado de 11 dias de investigação. O preso não revelou onde a droga era comprada, mas a polícia acredita que ela tenha sido produzida no Recife para ser revendido a pessoas de maior poder aquisitivo.
 
 

Diário de Pernambuco