Dólar fecha em queda, mas ainda acima de R$ 3

Dólar fecha em queda, mas ainda acima de R$ 3

Após chegar a ser negociado abaixo de R$ 3, o dólar reduziu a intensidade de queda e fechou nesta quarta-feira (22) a R$ 3,0083 na venda, com um recuo de 0,62%.

Durante o pregão, a moeda dos Estados Unidos chegou a ser cotada a R$ 2,9981. A última vez que o dólar fechou abaixo dos R$ 3 foi em 4 de março.

"O mercado está mais estável e o movimento da sessão reflete operações pontuais de entrada que fizeram o dólar cair", disse à agência de notícias Reuters o diretor de câmbio do Banco Paulista, Tarcísio Rodrigues.

O mercado aguarda a divulgação dos resultados auditados do terceiro e quarto trimestres do ano passado da Petrobras, previsto para ocorrer ainda nesta quarta-feira.

Além da expectativa pelos resultados da Petrobras, o mercado aguardava ainda a votação de medidas importantes no Congresso. A expectativa é que o Congresso pode votar ainda nesta sessão a Medida Provisória 665, que altera regras de acesso a benefícios trabalhistas.

O Plenário da Câmara volta a analisar destaques ao projeto da terceirização nesta tarde, enquanto o Plenário do Senado deve analisar projeto sobre a indexação da dívida de Estados e municípios.

"O dia está bem recheado de situações locais que ajudam a manter cautela", disse à Reuters o economista da Tendências Consultoria Silvio Campos Neto.

Nesta manhã, o BC brasileiro vendeu a oferta integral de até 10,6 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em 4 de maio, equivalentes a R$ 10,115 bilhões. Até o momento, a autoridade monetária já rolou cerca de 71% do lote total.

 

 

 

G1