Diretor do Detran culpa autoescolas por espera de até seis horas para candidatos fazerem prova prática

Diretor do Detran culpa autoescolas por espera de até seis horas para candidatos fazerem prova prática

O Diretor de Operação do Departamento de Trânsito da Paraíba (DETRAN-PB), Orlando Soares, disse que os problemas enfrentados pelos candidatos que vão ao Detran fazer a prova prática de carro são de responsabilidade das autoescolas. Indagado sobre o tempo de espera dos candidatos para fazerem o teste, que chegou à 6h na última sexta-feira, 04.

Soares disse que os centros de formação de condutores já foram informados pelo Detran para não levarem todos os alunos ao mesmo tempo, “porque eles levam ônibus cheios de alunos e as pessoas têm que esperar mesmo, nós informamos que eles levem mais tarde. Se o atendimento acontece durante todo o dia, não existe a necessidade de todos chegarem às 8h da manhã”, justificou.

Questionado sobre as acomodações para quem aguarda o momento de seguir para a pista de provas, o diretor de Operações afirmou que existe um espaço com assentos para vinte pessoas próximo à pista, “mas as pessoas preferem ficar embaixo de uma tenda”. Ele afirmou ainda que já foi aprovada e licitada a construção de um espaço confortável para os candidatos esperarem de forma adequada, “essa obra deve começar em breve e vai melhorar muito o cenário que temos atualmente, mas não haverá espaço para 200 pessoas”.

Orlando Soares disse que serão adotadas medidas para reduzir o número de candidatos por dia no Departamento, haverá um agendamento com horários diferentes para as autoescolas, assim como um limite de candidatos para a prova prática. O diretor informou que o sistema é aberto e as autoescolas agendam as provas livremente, mas, segundo ele, enquanto o agendamento não começa a valer o Detran vai limitar a 160 pessoas por dia para fazer a prova de carro. “A culpa não é do DETRAN, é das autoescolas que levam os alunos ao mesmo tempo para fazer a prova, mas vamos limitar. 100 pessoas farão a prova pela manhã e 60 farão a tarde”, explicou.

Ele disse que atualmente o expediente é ‘corrido’, sem intervalo para o almoço, e os funcionários querem terminar as provas, assim como os candidatos, o mais cedo possível. Soares afirmou que nas próximas semanas os dois expedientes serão respeitados. 

Outro problema citado pelo diretor de Operações foi o número de veículos levados pelas autoescolas para o Detran, segundo ele, os centros levam poucos veículos e forma-se uma fila de alunos que terão que usar o mesmo carro para fazer a prova. “As autoescolas não têm o menor respeito pelos candidatos. Já fizemos reuniões com o sindicato e os centros já receberam advertência, se não resolverem os problemas haverá centros suspensos.”

Orlando Soares disse que será construída outra unidade do Detran no bairro Valentina de Figueiredo. Lá, segundo ele, haverá outra pista de provas e acomodações para descentralizar da sede em Mangabeira.

Ívyna Souto do Blog do Gordinho