Dilma vetará financiamento empresarial em campanhas eleitorais

Dilma vetará financiamento empresarial em campanhas eleitorais

A presidente Dilma Rousseff decidiu sancionar parcialmente o projeto da reforma política aprovado pela Câmara, vetando o financiamento empresarial de campanhas eleitorais. A decisão foi comunicada por auxiliares de Dilma a lideranças da base aliada e deverá ser publicada até amanhã.

Apesar de pressões de deputados e até do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a presidente Dilma tomou a decisão para não se contrapor ao Supremo Tribunal Federal (STF), que na semana passada proibiu que partidos e candidatos em campanha recebam doações de empresas.

A decisão do STF minou as expectativas do Congresso de validar as doações de empresas nas eleições. A lei que permite esse tipo de financiamento de empresas foi aprovada pela Câmara dos Deputados há duas semanas. Ficou então a pendência de a presidente Dilma vetar ou sancionar a lei. Com esse dispositivo vetado, fica válida a decisão do STF.

Os demais itens aprovados pelo Congresso, no entanto, serão sancionados pela presidente.

 
 
 

O Globo