Dilma reúne ministros em semana de decisão sobre o impeachment

Dilma reúne ministros em semana de decisão sobre o impeachment

A presidente Dilma Rousseff recebeu na manhã desta segunda-feira (14), data em que comemora 68 anos, ao menos oito ministros para uma reunião da coordenação política do governo no Palácio da Alvorada.

Estiveram presentes no encontro na residência oficial da Presidência os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça), Jaques Wagner (Casa Civil), Edinho Silva (Comunicação Social), Eduardo Braga (Minas e Energia), Marcelo Castro (Saúde), Gilberto Occhi (Integração Nacional), Aldo Rebelo (Defesa) e Antônio Carlos Rodrigues (Transportes).

O governo espera nessa semana decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o rito que será adotado para o processo de impeachment da presidente Dilma.

Em sessão marcada para quarta-feira (16), o plenário do STF decidirá se a eleição de integrantes da comissão especial que analisará o impeachment deve ter votação secreta ou aberta.

Outros pontos do rito do processo de afastamento serão debatidos, e o ministro Luiz Edson Fachin deverá apresentar uma proposta de tramitação, suprindo lacunas que existem hoje na legislação que trata do tema. Nesta segunda, Fachin disse esperar que o julgamento seja rápido, com duração de um dia.

O Executivo também espera aprovar nesta semana a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que tem de ser aprovada antes de os parlamentares entrarem em recesso.

Na Comissão Mista de Orçamento (CMO), que tem de analisar os projetos relacionados ao orçamento antes de eles irem ao plenário, o relator do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), apresentará o relatório final nesta semana. A matéria tem de ser aprovada, primeiro, pela comissão, e, depois, por deputados e senadores, em reunião conjunta.

 

 

G1