Dilma parabeniza Lula pelo Facebook e se diz ‘lado a lado’ com ele

Dilma parabeniza Lula pelo Facebook e se diz ‘lado a lado’ com ele

A presidente Dilma Rousseff gravou um vídeo em que parabeniza o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo aniversário.

Nesta terça-feira (27), Lula completa 70 anos. Além de Dilma, outros políticos e artistas, como Chico Buarque, também enviaram vídeos em homenagem ao ex-presidente, publicados na página de Lula no Facebook.

Na mensagem, Dilma disse que tem orgulho de caminhar sempre “lado a lado” do ex-presidente.

“Nós, brasileiros reconhecemos seu papel para o país. Ao longo desses anos, aprendi muito com nossa convivência e sou muito grata por isso. Nessa festa dos seus 70 anos, estendo um forte e fraterno abraço, com a satisfação e orgulho de caminharmos sempre lado a lado na missão de transformar em realidade o Brasil com que sempre sonhamos”, disse Dilma.

Blog da Cristiana Lôbo informou nesta segunda-feira (26) que a relação entre Lula e Dilma tem passado por momentos de desgaste, que se agravou com as buscas e apreensõesrealizadas pela Polícia Federal na sede de empresas de um dos filhos de Lula, Luís Cláudio Lula da Silva.

No vídeo em homenagem a Lula, Dilma diz ainda que “poucas pessoas no mundo são reconhecidas simultaneamente pelas mais importantes lideranças e pelas nações e povos”. “Você, meu querido Lula, é uma delas”, completou a presidente.

Outros vídeos
Quem também gravou homenagem para Lula foi o escritor e compositor Chico Buarque.  “Querido Lula, bem-vindo aos setentinha. Receba minha solidariedade, não só

O presidente do PT, Rui Falcão, parabenizou Lula e manifestou a vontade de ver o ex-presidente concorrer em 2018.

“Eu quero dar os parabéns a você em nome de toda militância do PT, mas também em meu nome”, afirmou Falcão. “Nés estamos na expectativa que esse seu aniversário se prolongue por muitos e muitos anos, até porque, você sabe, a minha expecativa é que em 2018, Lula de novo”, conclui.

Também gravaram depoimentos, que estão na página de Lula, o fotógrafo Sebastião Salgado, o diretor-geral da FAO, José Graziano, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernanda Pezão (PMDB-RJ), e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT-MG).

G1