Dilma colocou Levy na 'geladeira', diz jornal

Dilma colocou Levy na 'geladeira', diz jornal

Uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo deste domingo afirma que a presidente Dilma Rousseff tem demostrado impaciência com Joaquim Levy, ministro da Fazenda.

Segundo o jornal, o ministro tem recebido pouca atenção da presidente. Dilma não estaria nem mesmo respondendo aos e-mails de Levy.

Além disso, nas reuniões internas do governo, Levy tem sido questionado pelos colegas e por Dilma.

 

“A discordância aumentou à medida que a crise econômica acelerou a queda na popularidade de Dilma Rousseff. Auxiliares definem o "climão". Há apenas seis meses no cargo, Levy foi parar na "geladeira", acrescenta a Folha de S. Paulo. 

Rejeição

A última pesquisa CNI/Ibope divulgada na quarta-feira (1º) aponta que a rejeição à presidente Dilma Rousseff aumentou ainda mais no fim de junho, derrubando a avaliação ótima/boa de seu governo para um dígito, no pior resultado desde o ex-presidente José Sarney no final de 1989.

A avaliação ruim/péssima foi a 68% no fim de junho, ante 64% em março. A pesquisa, contratada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), apontou ainda que apenas 9% avaliam o governo como ótimo ou bom, ante 12% três meses antes.

Segundo série histórica do Ibope, a taxa positiva de Dilma repete os 9% do governo Sarney em novembro de 1989.

 

 

 

Exame