Dilma antecipa para este domingo reunião para discutir crise política

Dilma antecipa para este domingo reunião para discutir crise política

A presidente Dilma Rousseff antecipou reunião da coordenação política do governo que estava marcada para segunda-feira (10) para este domingo (9). A fim de discutir a crise política, ela chamou o vice-presidente, Michel Temer, e ministros para encontra no Palácio da Alvorada a partir das 19h. A data da reunião foi alterada porque a petista tem compromisso oficial em São Luís, no Maranhão, na manhã de segunda, quando participará de cerimônia para entrega de unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. As informações são do jornal O Globo.

Entre os temas que serão abordados, está um pedido de modificações na Casa Civil feito por peemedebistas, incluindo o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL). O PMDB, parlamentares da base aliada e até petistas vem defendendo a saída do ministro da pasta Aloizio Mercadante. A pressão para saída do ministro ficou mais forte depois que Dilma recebeu a notícia de que sua vida ficaria mais fácil no Senado se Mercadante não ocupasse o cargo. Além disso, temas como reforma ministerial e redução de ministérios também serão tratados.

De acordo com a reportagem, fontes do governo a redução das pastas pode gerar novos desgastes. “Internamente, há mais clima para reforma do que para redução de ministérios. E assim mesmo tem que ser feita de maneira cirúrgica para evitar ainda mais problemas com os aliados”, disse um integrante do governo.

Na quinta-feira (6) à noite, Dilma recebeu Renan para uma conversa. Ele voltou a defender o enxugamento da máquina. “Venho pregando há muito tempo, não para o governo, que é preciso fazer a reforma do Estado e as reformas estruturais, o enxugamento da máquina, diminuição de ministérios e cargos em comissão. Defendemos também uma agenda de retomada do crescimento. A presidente se mostrou muito preocupada e fez um apelo em relação as chamadas pautas bomba”, disse Renan.

 

 

 

Congresso em Foco