Dilma "esquece" críticas de Ricardo e celebra parceria pro 2º turno

Dilma "esquece" críticas de Ricardo e celebra parceria pro 2º turno
A presidente Dilma e o PT parecem ter assimilado os ataques disparados pelo governador Ricardo Coutinho, durante a visita da ex-candidata do PSB, Marina Silva, na Paraíba, dia 13 de setembro. Na noite desta quarta (dia 8), a petista oficializou a adesão de Ricardo à sua candidatura, durante evento realizado no Forrock.
 
Dilma chegou ao Forrock por volta das 20h, acompanhada das lideranças do PT, do PMDB e do governador Ricardo Coutinho. Dilma pontuou que vinda à Paraíba foi para bater o martelo o apoio de Ricardo à sua candidatura, e confirmar o apoio do PMDB, que já havia anunciado pela manhã, com a presença do vice-presidente Michel Temer.
 
A presidente desembarcou na Paraíba, logo após às 19h00, e foi logo anunciando para a militância presente ao Aeroporto Castro Pinto: “Vou falar com todos os eleitores dos demais partidos. Os que fecharam comigo e os que não fecharam. Ninguém é dono do eleitor.”
 
Críticas de Ricardo – Durante a visita de Marina, mês passado, Ricardo disparou sua metralhadora contra a presidente Dilma, a quem acusou de usar o discurso do medo para atingir a então candidata do PSB: “Querem (o PT) colocar para Marina o mesmo discurso do medo (em relação a Marina). O Brasil não tem medo. O Brasil tem medo é da situação em que se encontra… O Brasil tem medo é de desemprego… O Brasil tem medo é do retorno da inflação."