Diamante pode ser a única cidade do Vale a ter chapa formada por duas mulheres

Diamante pode ser a única cidade do Vale a ter chapa formada por duas mulheres
A política na cidade de Diamante, sempre sai na frente quando se trata do diferencial das demais que compõem a sua microrregião, no Sertão da Paraíba.
 
Nas eleições de 2012, duas mulheres se enfrentaram nas urnas, ficando o município sendo o único do Vale, a ter duas mulheres disputando a vaga do executivo local, a época, Marcília Mangueira (vitoriosa) e Carmelita de Odoniel.
 
Esse ano, outra novidade: Diamante poderá ser a única da região a ter uma chapa formada por duas mulheres. Carmelita de Odoniel e Clarice Mello, PSDB e PTB respectivamente.
 
Em contato com o DOL, Carmelita disse que sua pré-campanha foi inteiramente voltada ao dialogo com a população de Diamante. “Visitamos a maior parte das comunidades rurais do município buscando construir um projeto voltado as reais necessidades do povo. Na cidade, estamos reunindo grupos de pessoas para dialogar e esse ponto tem sido muito positivo”, comenta.
 
Carmelita, esposa do Médico Odoniel Mangueira, já foi Primeira Dama por três mandatos na cidade de Diamante. 
 
A cada dia, a inserção da mulher na política brasileira tem sido grandiosa. Dos 18 municípios do Vale do Piancó pelo menos 5 já são “comandados” por mulheres.  
 
 





 Diamante Online