Desvios nas Prefeituras podem explicar lavagem em imóveis em João Pessoa com a quantidade enorme de prefeitos e gestores que tem imóveis de luxo na Capital

Desvios nas Prefeituras podem explicar lavagem em imóveis em João Pessoa com a quantidade enorme de prefeitos e gestores que tem imóveis de luxo na Capital
A denúncia do programa “Fantástico”, da Rede Globo, exibida ontem, apontando oitenta prefeituras no Estado da Paraíba das 223 existentes envolvidas em escândalos de desvios de recursos públicos na ordem de R$ 220 milhões, através de obras superfaturadas e outros acertos de negócios, pode explicar em parte porque a cidade de João Pessoa comporta tantos imóveis de luxo adquiridos por agentes públicos municipais ou parceiros.
 
Levantamento feito por técnicos especialistas em gestão pública aponta que expressiva parte dos prefeitos dos 223 municípios vive com imóveis adquiridos na capital do Estado, onde invariavelmente passam o fim-de-semana em especial durante feriados e festas de fim-de-ano ou veraneio.
 
- Embora existam prefeitos em dificuldades financeiras, a ação dos esquemas não perdoa os municípios e opera normalmente em varias frentes arrancando dinheiro da saúde, das obras – revelou um ex-prefeito que pediu para manter seu nome em sigilo para evitar perseguições.
 
Segundo ele, “poucos conseguem explicar como uma cidade de serviços públicos, como é João Pessoa dispõe de uma grande oferta de imóveis de luxo com aquisição por parte dessa gente envolvida nesses esquemas de desvios”. 
 
 
 
 
 
 
 
 
(Por Walter Santos)