Desvio de recursos do São Francisco: Efraim diz que PT roubou o que mataria a sede do povo nordestino’

Desvio de recursos do São Francisco: Efraim diz que PT roubou o que mataria a sede do povo nordestino’

Em entrevista ao programa Rede Verdade, da TV Arapuan, o deputado federal Efraim Filho (DEM) disse que “o PT roubou o instrumento que mataria a cede do povo nordestino”. A frase foi pronunciada poucas horas depois da Polícia Federal, em conjunto com outros órgãos de fiscalização dos recursos públicos, realizarem a operação “Vidas Secas”, que teve o objetivo de investigar o desvio de R$ 200 milhões do projeto de transposição das águas do São Francisco.

 

“É um absurdo, pois estão roubando o que é mais precioso para matar a cede do povo que sofre com a falta de água para beber”, complementou o parlamentar. Ele expôs seu ponto de vista a respeito da crise política e econômica que o país vem atravessando, cujo governo vem sendo mergulhado em escândalos. “Se você observar toda semana surge um, a exemplo desse desvio de recursos do São Francisco.

Efraim Filho disse que o clima em Brasília “está tenso e intenso” ao ressaltar a repercussão do noticiário sobre os escândalos, das brigas e da votação para a formação da Comissão Especial do Impeachment da presidente Dilma Rousseff, quando a oposição impôs uma derrota ao governo. “Esse é o sentimento do plenário”, afirmou ao expor seu ponto de vista sobre o resultado da votação secreta.

Ele também comentou sobre as “pedaladas fiscais” do governo petista, afirmando que “existe uma máquina de corrupção para sustentar um projeto de poder”. Presidente da CPI do Fundo de Pensão, o deputado da bancada paraibana adiantou que “usaram os mesmos ‘modus operandi’ da operação Lava Jato”.

“Nós vamos recuperar o dinheiro subtraído dos fundos de pensões, recursos dos aposentados e pensionistas e que foram surrupiados por essa gestão que estendeu a roubalheira das obras para outros setores”, sustentou, lembrando que o trabalho da CPI foi prorrogado por mais 60 dias.

 

 

 

Paraíba.com.br