Deputados vão discutir recursos hídricos em Patos e Piancó com Frente Parlamentar

Deputados vão discutir recursos hídricos em Patos e Piancó com Frente Parlamentar

Dando continuidade ao cronograma da Frente Parlamentar das Águas da Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado estadual, Nabor Wanderley (PMDB), vai presidir uma visita no próximo dia 09 de Abril aos mananciais que abastecem a região de Patos. A visita será realizada às 15h.

A Frente Parlamentar das Águas que tem o objetivo de discutir as obras da Transposição do Rio São Francisco, já visitou as obras do Canal Acauã/Araçagi, Campina Grande, Cajazeiras, Sousa, Picuí, Monteiro e Pombal. As próximas visitas ocorrerão em Patos (09) e Piancó (10).

Nabor explicou como estão ocorrendo às visitas da Frente Parlamentar. “Estamos discutindo toda a problemática dos recursos hídricos do nosso estado. Primeiramente, estamos visitando o que está sendo feito. Já visitamos o Canal Acauã/Araçagi, obra realizada em parceira do Governo Estadual com o Governo Federal de 112Km de extensão levando água de beber e para irrigação atendendo 32 municípios do estado”, disse.

Nabor ainda esclareceu que a Frente Parlamentar ouve a população e discute propostas que serão apresentadas posteriormente ao Governo do Estado. Ao final das visitas, os deputados que fazem parte da Frente Parlamentar das Águas irão se reunir com o Secretário de Recursos Hídricos do Estado, Dr° João Azevedo. “Nós já solicitamos que fossem levados todos os projetos, tudo que já tem planejado na área de recursos hídricos para o nosso estado para que possamos, através dessa Frente Parlamentar, cobrar da nossa bancada federal e do governo federal a conclusão dessas obras importantes para nossa região”, garantiu.

O deputado Nabor Wanderley citou como exemplo para a região de Patos a construção do Açude do Espinho Branco.

Durante o evento ocorrido em Monteiro, dia 27, o deputado Jeová Campos, presidente da Frente Parlamentar, confirmou que no dia 17 de abril haverá uma audiência pública para discutir o problema de falta de água e as obras de transposição com a presença do Ministério da Integração Nacional.

 

 

 

 

Assessoria