Deputados do governo devem 'sepultar' neste primeiro semestre discussão sobre criação do TCM

Deputados do governo devem 'sepultar' neste primeiro semestre discussão sobre criação do TCM

Pelo menos neste primeiro semestre legislativo, o assunto sobre a criação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) vai estar "sepultado". Os deputados do governo devem tirar o tema dos debates até que o Estado reequilibre as contas públicas e traga as despesas com a folha de pessoal para dentro de um patamar mais confortável.

Sensatos, os deputados governistas afirmam que o debate não cabe neste momento de crise. "Vamos aguardar mais um pouco, mas insisto: essa discussão não é do governo, mas da Assembleia", destacou o deputado Hervázio Bezerra (PSB), líder da bancada governista. Ele reiterou, no entanto, que a criação de um novo órgão de fiscalização da contas públicas não criaria maiores despesas.

No orçamento de 2016 aprovado pela Assembleia no final do ano passado já consta o item a ser destinado ao TCM. Mas ainda assim os deputados governistas preferem debater o assunto para depois, provavelmente para o segundo semestre deste ano. "É mais coerente pensarmos assim", ressaltou o líder do bloco governista.

Para este primeiro período legislativo o tema sobre a criação do Tribunal de Contas não deverá entrar em pauta. Pelo menos enquanto o governo não colocar a casa em dia, superando esse momento de crise.

 

 


Marcone Ferreira