Deputados contra impeachment serão alvos de protestos em suas residências

Deputados contra impeachment serão alvos de protestos em suas residências
A Força Sindical fechou neste sábado (5) uma estratégia para criar constrangimento para mais de 200 deputados que sinalizam posição contrária ao impeachment. O primeiro alvo do ataque será o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ).
 
 
A Força vai colocar carro de som e fazer uma panfletagem em frente ao condomínio onde o peemedebista mora na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, divulgando que ele é contrário ao impeachment.
 
 
“A ideia é criar constrangimento mesmo ao deputado junto aos seus vizinhos e familiares. Vamos começar essa mobilização hoje e não tem data para terminar. Isso vai acontecer em todos os estados do Brasil com deputados contrários ao impeachment”, revelou o deputado Paulo Pereira da Silva, conhecido como Paulinho da Força (SP), líder do Solidariedade.
 
 
Na próxima semana, a Força Sindical deve criar um comitê nacional a favor do impeachment de Dilma. A intenção é organizar esses pequenos protestos nos estados contra deputados em todos o Brasil.
 
 
“Já estamos reservando mais de 200 carros de som para fazer marcação cerrada”, completou Paulinho.
 
 
 

G1