Deputado de MT com 107 ações na Justiça deixa prisão em Brasília

Deputado de MT com 107 ações na Justiça deixa prisão em Brasília

O deputado estadual José Geraldo Riva, do PSD de Mato Grosso, deixou o Complexo da Papuda, em Brasília, após três dias de prisão. Ele foi preso no dia 20, em Cuiabá, durante a operação Ararath, da Polícia Federal. A transferência para Brasília foi determinada pela Justiça para evitar que o parlamentar atrapalhasse as investigações. Riva já responde a 107 processos judiciais por crimes de peculato, improbidade administrativa e corrupção.

A revogação da prisão foi determinada nesta sexta-feira pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), o mesmo magistrado que decretou a prisão preventiva de Riva por conta das investigações da operação Ararath.

A operação da PF investiga crimes financeiros, de lavagem de dinheiro e contra a administração pública em Mato Grosso que chegaram a movimentar cerca de R$ 500 milhões de maneira fraudulenta. Além de Riva, no último dia 20 a operação levou à prisão do ex-secretário de Estado da Fazenda de Mato Grosso, Éder de Moraes Dias (PMDB), que permanece preso.


G1