Depois da Copa, é hora de preparar-se para concursos; são mais de 9 mil vagas e salários de até R$ 14 mil

Depois da Copa, é hora de preparar-se para concursos; são mais de 9 mil vagas e salários de até R$ 14 mil
Ok, não há como negar que o Brasil fez bonito no campo da organização da Copa do Mundo e na receptividade aos estrangeiros. Dentro das quatro linhas, no entanto, a 'família trapo Scolari' deixou a desejar, brindando os brasileiros com atuações apagadas e um pouco honroso quatro lugar. O jeito é juntar os cacos, rever projetos e, para a torcida, sonhar com o título de hexacampeão somente daqui a quatro anos, no Mundial da Rússia. Mas você, concurseiro, não precisa esperar tanto para marcar o gol decisivo, chegar ao topo da sua vida profissional. A realização de seu sonho pode estar ali na esquina do tempo, a poucos meses de distância. Levantamento feito pela FOLHA DIRIGIDA indica que uma série de concursos federais estão programados para os próximos meses, no mais tardar, para 2015.
Em Brasília, tramitam pedidos encaminhados por órgãos ou autarquias ao Ministério do Planejamento, que já seguem em análise junto aos especialistas da pasta. Em alguns casos, a solicitação apenas chama a atenção para o quadro de carência de pessoal existente, como no caso do Ministério dos Transportes. Em outros, já estabelece cargos e quantitativos de vagas a serem negociados junto ao Governo. Somando apenas essas últimas reivindicações, chega-se ao número de 9.220 vagas solicitadas em Ministérios (do Trabalho e Emprego, da Cultura, das Comunicações e Ciência e Tecnologia), Agências reguladoras (ANTT, Abin e ANA) além de Dnit, Depen, INSS e Polícia Rodoviária Federal - apenas para citar alguns. Confira abaixo o levantamento completo, com todas as requisições de concursos já enviadas ao Planejamento:  
Meio Ambiente pede concurso para nível médio
O Ministério do Meio Ambiente (MMA) solicitou a abertura de um novo concurso ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), visando ao preenchimento de 100 vagas no cargo de agente administrativo, que exige apenas o nível médio. O objetivo é promover o ingresso de novos servidores em 2015. A remuneração atual da carreira é de R$3.627,72, já inclusos auxílio-alimentação de R$373 e as gratificações.
Advocacia Geral da União
Tramita no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) consulta sobre a disponibilidade de recursos orçamentários para abertura de concurso visando ao preenchimento de 332 vagas de advogado, na Advocacia Geral da União (AGU).
Ministério dos Transportes quer reforço
O Ministério dos Transportes solicitou autorização ao Ministério do Planejamento para a realização de um concurso público. O pedido foi protocolado em maio e encontra-se sob análise desde o dia 4 de junho. Ainda não há informações sobre o número de vagas nem a relação de cargos.
MTE
O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) espera receber neste semestre autorização para realizar concurso de auditor-fiscal do trabalho. A pasta pediu 800 vagas ao Ministério do Planejamento, que analisa o pleito desde o fim de maio. O ministro do Trabalho, Manoel Dias, tem a intenção de fazer a seleção no início de 2015. O cargo exige graduação em qualquer área de atuação, devidamente registrada e fornecida por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação. O salário inicial é de R$14.965. Os auditores fiscalizam o cumprimento das normas trabalhistas, entre outras atribuições, e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Ipea
O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) pediu ao Ministério do Planejamento, em razão da evasão e aposentadoria de seus servidores, autorização para realizar um concurso. Até o fechamento dessa edição o órgão não havia se prenunciado a respeito do número de vagas, cargos pretendidos e possíveis estados a serem contemplados com a seleção.

Dnit
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) quer a realização de um novo concurso público. No início de junho, o órgão solicitou ao Ministério do Planejamento o preenchimento de 1.131 cargos vagos em sua estrutura. Embora tenha confirmado o pedido da seleção, a Assessoria de Imprensa do órgão não deu detalhes, tais como a distribuição das vagas pelos cargos. O Dnit foi criado há 13 anos, mas somente em 2005 foi instituído o plano de cargos, que tinha como objetivo promover a modernização institucional do órgão, que vinha funcionando com uma estrutura organizacional reduzida e quadro de pessoal limitado.

ANTT
A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) enviou ao Ministério de Planejamento pedido para abertura de um novo concurso. A solicitação foi cadastrada no dia 6 de junho e passa pelo processo de tramitação. Foram solicitadas 670 vagas, mas os cargos não constam no documento referente ao pedido. FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da ANTT, na última segunda, dia 30 de junho, para saber os cargos solicitados e o motivo do pedido da solicitação de novo concurso, já que a agência abriu uma seleção no ano passado e que está em validade. No entanto, devido à partida Nigéria e França, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, não houve expediente.

Agência Nacional de Águas
Quem deseja se tornar servidor público em âmbito federal e tem possibilidade de mudar de cidade deve ficar atento ao concurso em pauta da Agência Nacional de Águas (ANA). Para que a autarquia possa iniciar os preparativos da seleção o mais breve possível, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) deve primeiramente autorizar a seleção. Uma solicitação para o provimento de 32 vagas para a carreira de analista administrativo foi feita no mês passado, e desde o dia 27 de maio o pedido tramita no Departamento de Modelos Organizacionais e Força de Trabalho, nos setores de Infraestrutura e de Articulação Governamental (Desig/Segep) do Planejamento.

Biblioteca Nacional
A Fundação Biblioteca Nacional (FBN), no Rio, tem a intenção de realizar uma nova seleção no ano que vem. Por isso, a autarquia federal já fez o pedido ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Apresentado em 29 de maio, o pedido já passou por vários setores, e encontra-se, desde o dia 2 de junho, na Coordenação-Geral do Setor Social II (CGSS2/Desep/Segep). A expectativa é de que, nos próximos dias, o processo volte a andar. Procurada, a FBN ainda não informou os cargos e o quantitativo de vagas solicitadas.

Jardim Botânico
O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) solicitou ao Ministério do Planejamento autorização para realização de concurso público. O pedido está tramitando há um mês na Secretaria de Gestão Pública do ministério e se encontra em fase de análise. O pedido foi para o preenchimento em 33 vagas, mas as funções solicitadas ainda não foram informadas pela Assessoria de Imprensa do Jardim Botânico. A expectativa é de que a autorização do concurso possa acontecer em breve, já que o instituto tem a intenção de promover o ingresso de servidores a partir de março de 2015.

Funai
A Fundação Nacional do Índio (Funai) solicitou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorização para realizar um novo concurso público. O processo, atualmente, está no Departamento de Modelos Organizacionais e força de Trabalho nos Setores de Infraestrutura e de Articulação Governamental (Desig-Segep) do MPOG. Ainda não foram confirmados os cargos e salários que o certame irá oferecer, nem as regiões que serão contempladas. A Funai é o órgão indigenista oficial do Estado brasileiro vinculado ao Ministério da Justiça, com a missão de proteger e promover os direitos dos povos indígenas e fomentar políticas voltadas ao desenvolvimento sustentável desas populações.

Ministério da Ciência e Tecnologia
O Ministério da Ciência e Tecnologia da Inovação (MCTI) aguarda autorização do Ministério do Planejamento (MP) para abrir novo concurso, desta vez com oferta de 572 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior. A solicitação, que encontra-se  sob a análise técnica da pasta desde 23 de maio, poderá ser aprovada muito em breve, havendo chances para o ministério e os 13 institutos vinculados. De acordo com a Coordenação Geral de Recursos Humanos do MCTI, foram solicitadas vagas para os cargos de assistente em ciências e tecnologia (nível médio), técnico em ciências e tecnologia (nível médio/técnico), analista em ciências e tecnologia, tecnologista e pesquisador (todos de superior).

Cnen
A Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), vinculada ao Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), solicitou ao Ministério do Planejamento autorização para realização de concurso  visando ao preenchimento de 495 vagas. Ainda não se sabe quais carreiras serão contempladas, porém os cargos existentes na autarquia são: analista em ciência e tecnologia, pesquisador, tecnologista - todos de nível superior - assistente em ciência e tecnologia, e técnico, ambos de nível médio ou médio/técnico (dependendo da especialidade).

CNPq
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), subordinado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), solicitou ao Ministério do Planejamento autorização para abertura de concurso visando ao preenchimento de 299 vagas nos cargos de assistente (nível médio) e analista (nível superior). O pedido foi protocolado no dia 27 de maio. Até a última quarta, dia 25, a solicitação encontrava-se no Departamento de Modelos Organizacionais e Força de Trabalho do Ministério do Planejamento, já tendo passado por outros setores da pasta. A expectativa é de que a tramitação ocorra em curto espaço de tempo, de forma que a autorização possa sair muito em breve.

Previc
Tramita no Ministério do Planejamento pedido de concurso para a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), que é vinculada ao Ministério da Previdência Social. Informações postadas em fóruns na internet é de que tenham sido solicitadas 60 vagas, mas a autarquia não confirma. À FOLHA DIRIGIDA, a Assessoria de Imprensa da Previc informa que o órgão “se reserva do direito de não se pronunciar sobre o tema, considerando que assunto ainda é objeto de discussão com as áreas competentes do governo”.

Ibram
O processo do concurso para o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) ainda está sob análise do Ministério do Planejamento. O pedido foi feito no dia 25 de maio e já passou por seis setores da pasta. Desde o dia 2 de junho, o mesmo encontra-se no Departamento de Modelos Organizacionais e Força de Trabalho dos Setores Social e de Desenvolvimento Econômico Produtivo (Desep/Segep). O objetivo do Ibram é abrir 230 vagas, distribuídas pelos cargos de assistente técnico I (nível médio), analista I, técnico em assuntos culturais e educacionais (ambos nível superior). A remuneração atual, de acordo com o plano de cargos do Ministério da Cultura, é de R$3.191,02 para assistente e R$4.620,82 para técnico e analista, já inclusos os valores de gratificação e auxílio-alimentação, de R$373.

Ministério da Cultura
O Ministério da Cultura (MinC) divulgou a tabela com a distribuição das 229 vagas solicitadas ao Ministério do Planejamento, para abertura de novo concurso. A meta é contratar 89 servidores em cargos de níveis médio e 140 em funções de nível superior. As remunerações iniciais variam de R$3.440,42 a R$6.330,28. A maior parte das oportunidades solicitadas contempla o cargo de analista técnico de políticas sociais, que exige graduação em qualquer em área. Foram requisitadas 100 vagas, com remuneração de R$6.330,28. Outro destaque é o cargo de agente administrativo. Para a função, que exige o nível médio e tem rendimentos de R$3.440,42, o Minc pediu 79 vagas.

Ministério das Comunicações
O Ministério das Comunicações (MC) deseja recompor seu quadro de servidores em breve. O órgão enviou um pedido de realização de concurso público ao Ministério do Planejamento e aguarda a autorização. Segundo a Assessoria de Comunicação do MC, a solicitação foi para 187 oportunidades nos níveis médio e superior. Os cargos não foram confirmados, porém a assessoria informou que as áreas que exigem graduação completa irão abranger formados em Administração, Ciências Contábeis, Economia, Estatística e Arquivologia. As remuneração variam entre R$2.800 e R$4.247 mensais e a previsão é de que o concurso seja realizado no próximo ano. As vagas pedidas serão apenas para Brasília.

Depen
O ano de 2015 já reserva uma boa oportunidade para aqueles que desejam atuar na área de Segurança Pública federal. O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) deseja abrir no próximo ano um novo concurso para 640 vagas, sendo 604 apenas para agente penitenciário federal, cargo de nível médio, com remuneração inicial de R$5.164,58. A autorização para isso já foi solicitada ao Ministério do Planejamento. Para ingressar no cargo de agente penitenciário, é necessário possuir, além do ensino médio completo, a carteira de habilitação na categoria B ou superior. A contratação é pelo regime estatutário, que prevê estabilidade e benefícios como o auxílio-alimentação, no valor de R$373, já incluído na remuneração informada.

PRF
Prossegue em análise na Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento o pedido de autorização de concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para 1.500 vagas de policial (nível superior). O processo referente à solicitação, cadastrado no último 30 de maio, está desde o dia 4 de junho no Departamento de Modelos Organizacionais e Força de Trabalho da secretaria. A seleção deverá ser realizada em 2015. O cargo de policial rodoviário federal é aberto a homens e mulheres e tem como requisitos o ensino superior completo em qualquer área e a carteira de habilitação, na categoria B em diante. Os ganhos no início da carreira são de R$6.791,25 mensais, já com o auxílio-alimentação, de R$373, incluído.

INSS
É grande a expectativa pela autorização do novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que deverá ser destinado ao preenchimento de 1.500 vagas de técnico. A previsão é que a aprovação da seleção seja publicada este mês, conforme informou a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, em abril, aos deputados Amauri Teixeira, Roberto Santiago (PSD-SP) e André Figueiredo (PDT-CE). O INSS pediu 3.080 vagas, sendo 2 mil para técnico e 1.080 para perito médico.

Abin
A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) espera ser autorizada a abrir concurso para preencher 470 vagas em cargos dos níveis médio e superior, a fim de suprir a carência em sua sede (Brasília) e nas superintendências estaduais, inclusive o Rio de Janeiro. A solicitação, que aguarda parecer final da ministra do Planejamento Miriam Belchior, é analisada nos setores técnicos da pasta e, tão logo receba o sinal verde, terá acelerada a elaboração do edital. Das 470 vagas, 120 são para cargos de nível médio, sendo 50 para agente e 70 para agente técnico.

Funarte
Entre as autarquias federais vinculadas ao Ministério da Cultura que fizeram pedido de concurso para 2015 ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) está a Fundação Nacional de Artes (Funarte). A solicitação tramita na pasta desde o dia 29 de maio, e desde o dia 2 do último mês, o processo está na Coordenação-Geral do Setor Social II (CGSS2/Desep/Segep). Questionada sobre o número de vagas solicitadas e os cargos que serão abrangidos no concurso, a Assessoria de Imprensa da entidade informou na última sexta-feira, dia 27, que ainda não tem informações para serem divulgadas.
 

Folha Dirigida