Dem quer indicar Efraim vice de RC mas deputados sinalizam contra aliança

Dem quer indicar Efraim vice de RC mas deputados sinalizam contra aliança

É bem possível que esta quarta-feira (dia 9) seja de fogo para o Dem. O partido convocou reunião dos onze integrantes do diretório, com poder de voto, para deliberar se vão ou não seguir na aliança com o governador Ricardo Coutinho. E o partido está claramente dividido: o ex-secretário Efraim Morais e seu filho, o deputado Efraim, sinalizam pelo apoio à reeleição de RC.

Mas, a maioria dos deputados simpatiza com a candidatura do senador Cássio Cunha Lima. O colegiado é composto por Efraim, quatro deputados estaduais (Assis Quintans, Domiciano Cabral, João Henriques e Lindolfo Pires), um federal (Efraim), o ex-prefeito e atual secretário Carlos Antônio (Articulação), o ex-prefeito Ademir Morais, vereadores e outros militantes do partido.

Até a semana passada, o partido tinha uma maioria pró Cássio, especialmente a partido da tendência dos deputados estaduais. Então, para evitar que o partido rache ao meio, é possível que a legenda siga com Ricardo, por iniciativa de Efraim (pai e filho) e libere os deputados estaduais. Nesse caso, RC leva vantagem porque ficaria com o tempo de guia, que é o que realmente interessa.

Pelo que circula entre integrantes do Dem, a tendência é que o ex-secretário Efraim Morais volte a disputar a deputação federal, no lugar do filho, o deputado Efraim, que seria apresentado como candidato a vice-governador de Ricardo Coutinho.

 

Helder Moura