DEM quer espaço de vice na chapa a ser encabeçada por João Azevedo; garante não fazer imposição

DEM quer espaço de vice na chapa a ser encabeçada por João Azevedo; garante não fazer imposição

O governador Ricardo Coutinho (PSB) tem razões de sobra para continuar dispensado atenção ao DEM do ex-senador Efraim Morais, primeiro partido a manifestar apoio ao socialista, quando RC ainda não era candidato ao governo estadual em 2010. Por isso, a expectativa dos democratas é que se repita a chapa municipal da campanha de 2012 agora nas eleições de outubro.

"A repetição não significa as mesmas pessoas, mas com os partidos na chapa nas eleições deste ano", destacou o deputado federal Efraim Morais (DEM), então candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pela atual deputada estadual Estela Bezerra é época da campanha municipal de 2012.

Para Efraim, "a escolha pré-candidatura do secretário estadual João Azevedo é a maior demonstração do carinho que o governador Ricardo Coutinho nutre pela cidade que comandou por duas ocasiões seguidas". O deputado adiantou que "nós também desejamos que a cidade volte a desenvolver, seja conhecida lá fora como uma cidade que cresce e cresce muito".

Ele não citou nomes dos democratas que poderão ser apresentados como alternativas para a disputa deste ano. "Podemos deixar essa questão para mais adiante, mas vamos ser ouvidos no momento certo", comentou. Em meio a discussão de quem seria o nome, como sugestão, a vice pelo lado do DEM a unanimidade do partido é de que seja o executivo George Morais, diretor-presidente da PBGás, uma estatal do governo do Estado.

"Queremos participar, mas não faremos imposição alguma", assegurou o deputado Efraim Filho. 

 

 

 


Marcone Ferreira