Declarações de Cássio sobre processos de RC geram reação de secretário estadual e de deputado tucano

Declarações de Cássio sobre processos de RC geram reação de secretário estadual e de deputado tucano
O chefe de gabinete do governador Ricardo Coutinho, Fábio Maia, respondeu às afirmações do senador Cássio Cunha Lima sobre os processos que correm na justiça contra o governador.

Fábio Maia afirmou que Cássio ainda não teria aceitado a derrota para Ricardo. “Há um mito de que ele é imbatível. Ele mesmo alimentou isso, mas ele não é imbatível, tanto que perdeu na última disputa. Isso ainda não foi assimilado por ele ou por sua base”, declarou Fábio.

O deputado estadual eleito Tovar Correia Lima (PSDB), achou estranha a declaração de Fábio Maia e as chamou de agressões contra o senador.

"Fábio Maia não quer que os processos sigam o seu trâmite porque sabe muito bem da gravidade dos atos cometidos durante a campanha quando usaram e abusaram de todos os expedientes para ganhar uma eleição, inclusive quebrar o Estado", declarou o deputado.

Tovar inclusive estranhou a opinião do auxiliar do governo em deixar claro que não quer a celeridade nestes julgamentos que estão no TRE-PB. "As provas colhidas pelo Ministério Público são cabais e determinantes. Ele sabe que o TRE não terá como absolver o governador pelos delitos cometidos na campanha e que toda a Paraíba é testemunha das inúmeras doações (travestidas de empréstimos) principalmente para os cabos eleitorais do candidato à reeleição.

 

 

Assessoria