CUT e CTB realizam ato público em JP em comemoração a 1º de maio

CUT e CTB realizam ato público em JP em comemoração a 1º de maio

Nas vésperas do 1° de Maio, a CUT-PB, a CTB-PB e movimentos sociais realizam uma jornada de mobilizações com ato público e cultural no centro de João Pessoa. De acordo a central, a classe trabalhadora vive um dos piores momentos na história dos direitos trabalhistas e reivindica nas ruas e nas redes, o fortalecimento da democracia, a defesa da Petrobras e da Reforma Política.

Read More

Mais de 10 mil trabalhadores e trabalhadoras estarão participando do evento, que será realizado nesta quinta-feira (30), na Lagoa Parque Solon de Lucena com encerramento no Ponto Cem Réis, em João Pessoa-PB.


Uma caminhada de protesto contra o PL 4330 e MPs 664 e 665 será realizada, às 14 horas com saída da Lagoa em direção ao Ponto Cem Réis.

O ano de 2015 mal começou e a CUT Paraíba protagonizou mobilizações e protestos na Capital e em Campina Grande com atos de repúdio e paralisações, que despertaram na sociedade paraibana a reflexão do rumo que o país está tomando ao eleger um dos congressos mais conservadores desde o período democrático.

 Em defesa dos direitos trabalhistas será pronunciado em alto e bom som um vigoroso "NEGO" o PL 4330, pela retirada das MPs 664 e 665. De acordo com Paulo Marcelo, presidente da CUT Paraíba, o momento político atual é de retrocessos contra a classe trabalhadora. "Estamos vivenciando um dos maiores ataques aos trabalhadores brasileiros, e essa perseguição não ficará impune, mas para isso, os trabalhadores e trabalhadoras precisam pressionar e fortalecer suas bandeiras de luta. Por isso, estaremos todos e todas participando deste grande ato de democracia com o ato de protesto do dia 30", ressaltou.

A partir das 9h os/as trabalhadores/as e militantes vão se concentrar na Lagoa Parque Solon de Lucena. Às 14 horas sairão em marcha até o Ponto Cem Réis, onde a programação será encerrada com manifestações artísticas e culturais, ao som do Cantor Santana e da Banda Caçuá. Estima-se a participação de 10 mil trabalhadores e trabalhadoras no evento.

 

 

Assessoria