Cunha informa ao STF que mudou regra da votação do impeachment

Cunha informa ao STF que mudou regra da votação do impeachment

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, enviou ofício agora há pouco ao Supremo Tribunal Federal para informar que a ordem de chamada de votação para o processo do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, previsto para o próximo domingo (17), será alternada, começando por um estado do Norte do país.

No início da tarde, após o anúncio da realização de “sessão relâmpago” no Supremo, para julgar a validade do procedimento de votação, Eduardo Cunha voltou atrás e mudou a ordem de chamada para a votação. Cunha recuou da ideia inicial de começar do Sul e chegar ao Norte. Ele anunciou hoje (14) que a votação será alternada, começando por um estado do Norte. 

Daqui há pouco, o Supremo vai julgar cinco ações que contestam a votação do pedido de abertura de processo de impeachment. As ações que serão julgadas em conjunto foram protocoladas pelos deputados federais Weverton Rocha (PDT-MA), Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA), Paulo Teixeira (PT-SP), Wadih Damus (PT-RJ), além de ações da Advocacia-Geral da União e do PCdoB.

 

 

 

 

Agência Brasil