Cunha diz que não vê fundamento para pedido de impeachment de Dilma

Cunha diz que não vê fundamento para pedido de impeachment de Dilma

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta terça-feira (14) que não vê fundamento para um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ele deu a declaração ao ser questionado por jornalistas, quando chegava à Câmara, sobre a intenção de líderes dos protestos de rua contra a presidente protocolarem o pedido no Congresso.

"Impeachment não é processo político. Impeachment é o impedimento do presidente da República previsto na Constituição. É um processo que tem que ter sua razão jurídica para isso. Não é simplesmente porque uma pesquisa diz que a maioria da população quer que efetivamente você vai ter o impeachment", disse o presidente da Câmara.

 

Uma das reivindicações nos protestos de rua pelo país no domingo (12) era pelo impeachment da presidente. Pesquisa Datafolha divulgada no sábado apontou que 63% da população é a favor da medida.

"Então eu, da minha parte, desse ponto de vista, não tem aceitação. Eles, para virem aqui protocolar alguma coisa, têm que ter fundamento, tem que saber que fundamento vai vir. Na minha análise, não vejo [fundamento]", concluiu Cunha.

 
 
 
 
 

G1