Crimes contra bancos crescem 138% na Paraíba, aponta sindicato

Crimes contra bancos crescem 138% na Paraíba, aponta sindicato

Um levantamento do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários aponta que o número de crimes contra bancos cresceu 138,4% de janeiro a novembro, em relação ao mesmo período do ano passado,na Paraíba. Foram 124 ataques este ano e 52 no ano passado. Uma agência ficou destruída na madrugada desta sexta-feira (6) após a explosão de um caixa eletrônico em Caraúbas, no Cariri paraibano. De acordo com a Polícia Militar, os assaltantes teriam se ferido com a explosão, mas conseguiram fugir.

Segundo o sindicato, as tentativas de assalto, arrombamento ou explosão aumentaram 433,33%. Na sequência, vêm: arrombamentos (337,5%), explosões (109,09%), assaltos (54,55%) e a modalidade criminosa conhecida como ‘saidinha de banco’ (25%).

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, afirmou que "a sociedade tem de cobrar soluções imediatas para a questão da segurança e cobrar dos bancos mais investimento e dos órgãos competentes a implantação de políticas preventivas que garantam a tranquilidade da população".

"De todas as formas de crimes envolvendo bancos, o assalto é a forma mais perversa para o bancário, porque é uma ação direta contra a pessoa. E quem tem uma arma apontada para a sua cabeça jamais esquece o trauma. Daí a nossa luta por medidas que evitem todos esses males, não só para os bancários, mas também para a sociedade", concluiu.

 

 

Fonte: G1