Criança que levou tiro de espingarda calibre 12 morre no Hospital Infantil de Patos

Criança que levou tiro de espingarda calibre 12 morre no Hospital Infantil de Patos
Mais uma criança foi vítima de homicídio através de arma de fogo no sertão da Paraíba. 
 
A pequena Raylani Vitória, 02 anos, não resistiu aos ferimentos causados pelo disparo de espingarda calibre 12 e veio a óbito no final da tarde deste domingo, dia 22, no Hospital Infantil Noaldo Leite, em Patos.
 
Raylani foi atingida por um disparo realizado pelo próprio pai identificado como sendo Ronaldo Bezerra da Silva, de 33 anos, na tarde deste domingo na localidade conhecida por Comando Vermelho, em São Bentinho (PB).
 
 
O tiro que atingiu Raylani causou uma perfuração nas costas e ultrapassou para o abdômen provocando uma forte hemorragia interna. Raylani estava morando com o pai há dois meses, pois a mãe dela havia se separado de Ronaldo que não aceitava o fim do relacionamento.
 
O diretor do Hospital Infantil na cidade de Patos, Dr. Érico Djan, ficou chocado com o fato. "Lamentável mais um crime envolvendo criança", relatou Érico.
 
Após o disparo na criança, Ronaldo Bezerra atentou contra a própria vida atirando no pescoço com a mesma arma e foi socorrido para o Hospital de Pombal. Ele se encontra em observação e sob custódia da Polícia Militar.
 
De acordo com informações o crime foi motivado por ciúmes, pois a mãe da criança e também ex-esposa de Ronaldo estava sendo ameaçada desde o fim do relacionamento com Ronaldo Bezerra que por vingança teria cometido o ato.
 



Do PatosOnline