Correios abrirá seleção para 2,5 mil vagas para Aprendiz

Correios abrirá seleção para 2,5 mil vagas para Aprendiz
Os Correios receberão, de 16 de dezembro a 5 de janeiro, inscrições para preenchimento de 2.529 vagas e formação de cadastro de reserva de jovens aprendizes, em todo o Brasil.
 
Para participar do processo seletivo — que capacitará, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), jovens de 14 a 22 anos no curso de auxiliar administrativo —, é preciso estar matriculado e frequentando a escola, caso não haja concluído o ensino médio.
 
A jornada de aprendizagem é de 20 horas semanais e será dividida em uma etapa teórica, ministrada pelo Senai, e em treinamentos práticos, realizados nas instalações da ECT sob orientação de um empregado devidamente capacitado.
 
 

 

O curso, que inclui ainda atividades socioeducativas e de bem-estar, possui duração de 12 meses consecutivos. Ao final deste período, os aprendizes que tiverem obtido bom aproveitamento receberão certificado de qualificação profissional.
 
Vale ressaltar que a seleção inclui critérios sociais para a aprovação dos candidatos. Assim, terão pontuação adicional jovens oriundos de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, participantes do Projeto Vira Vida/SESI ou que estejam cumprindo medida socioeducativa.
 
Benefícios — Em 2013, os Correios formaram suas duas primeiras turmas de jovens aprendizes, totalizando mais de 5 mil participantes aptos a atuar como auxiliar administrativo. Além de bolsa no valor atual de R$318,16 mensais (a ser reajustada em janeiro, com base no valor do salário mínimo), o projeto oferece vale-transporte, vale-refeição/alimentação e assistência médica e odontológica nos ambulatórios da ECT.
 
Com esta iniciativa, os Correios visam proporcionar aos jovens ingresso no mercado de trabalho, bem como incentivar a continuidade dos estudos, cumprindo assim seu papel de empresa pública e agente do governo na implantação das políticas para o desenvolvimento nacional.
 
Fonte: Assessoria