Coordenador da ANP diz que estoque de combustível da PB está normalizado

Coordenador da ANP diz que estoque de combustível da PB está normalizado

O representante da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), Siderval Vale Miranda, garantiu, nesta quinta-feira (14), que o estoque de combustível na Paraíba está normalizado.

Duranta entrevista coletiva realizada na Sala de Sessões do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Sinderval também ressaltou que apesar de não haver um cronograma para a chegada de navios tanques transportando combustível para Cabedelo via cabotagem, a suspensão da mesma está descartada.

Ainda de acordo com o coordenador-geral, vários fatores levaram à falta de gasolina que aconteceu no estado no final do ano passado e início deste ano. Alguns desses fatores foram, segundo Sinderval, a greve nacional dos petroleiros realizada em novembro e problemas operacionais na refinaria Bernardes, em Cubatão.

“Com receio de ficar sem abastecimento, vários consumidores paraibanos correram para os postos e encheram o tanque e tudo isso contribuiu para a falta do produto. Mas, agora, o estoque está estabilizado e o Porto de Cabedelo já possui 26 milhões de litros de gasolina estocado, o que corresponde a 90% da capacidade de armazenamento do porto”, declarou.

Também presente na entrevista, o diretor-geral do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (MP-Procon), Francisco Glauberto Bezerra, por sua vez, declarou que a Petrobras deveria ter medidas preventivas em situações de emergência, como no caso da greve de petroleiros.

Um navio que chegou nessa quarta-feira (13) a Cabedelo trouxe 22 mil toneladas de gasolina e diesel. Segundo a diretora-presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo, para janeiro já estão faturados 58 milhões de litros de combustível e que a vinda dos navios ocorre conforme a demanda. O representante da ANP disse ainda que não há intenção da Petrobras em desativar a base de Cabedelo.




PB Agora