Continua chovendo forte em cidades do Sertão, mas situação dos açudes ainda é delicada

Continua chovendo forte em cidades do Sertão, mas situação dos açudes ainda é delicada

As chuvas continuam trazendo esperança para os moradores das áreas afetadas pela seca no interior da Paraíba. Entre domingo (9) e segunda-feira (10), choveu mais de 40 mm em pelo menos sete cidades do Sertão da Paraíba, em municípios das regiões de Sousa e Cajazeiras, a mais de 400 km de João Pessoa.

Moradores de algumas dessas localidades utilizaram as redes sociais para compartilhar imagens do céu nublado e de relâmpagos seguidos de fortes trovoadas, conforme os depoimentos publicados.

A Agência Executiva de Gestão das Águas já havia informado sobre as condições favoráveis para ocorrências de chuvas e previsão de casos mais frequentes em locais que sofrem com a seca.

De acordo com dados da Aesa, os maiores índices pluviométricos registrados nessas 24 horas foram em Coremas (71,6 mm), São José de Piranhas (69 mm), Lagoa (67,7), Monte Horebe (58 mm), Aparecida (49,3 mm), Piancó (48 mm) e Bonito de Santa Fé (44 mm).

Apesar dessas chuvas, o volume da maioria dos açudes do Sertão e do Cariri do estado ainda é preocupante. Os dois que estão transbordando ficam no Brejo da Paraíba e o único manancial do Sertão que apresenta uma situação confortável é o Catolé 1, com 6,58 milhões de metros cúbicos, o que corresponde a 62,7% da capacidade total.