Consumidor vai poder contratar energia pré-paga a partir de 2015; novo regulamento foi aprovado pela Aneel

Consumidor vai poder contratar energia pré-paga a partir de 2015; novo regulamento foi aprovado pela Aneel

A agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (01) o regulamento que permite a venda pré-paga de energia em todo país. Esse modelo estará disponível em 2015. As concessionárias ainda estão em processo de adequação para decidir se irá aderir ao modelo.

Da mesma forma que acontece com as telefonias, o consumidor poderá substituir a conta mensal pelo pagamento antecipado, com o uso de créditos. A Energisa Paraíba e Borborema ainda aguardam as adequações da regulamentação para decidir se irá aderir ao modelo.

De acordo com a diretoria da Aneel a tarifa cobrada dos usuários pós e pré-pagos deve ser a mesma e a adesão ao modelo é voluntária e gratuita. No momento que o consumidor realizar a troca de plano, será preciso trocar o aparelho de medição para um mais moderno, será necessário essa troca para medir o consumo realizando a contagem dos créditos restantes, sinalizando o valor pago no final.

Segundo a assessoria da Energisa, a empresa está buscando identificar os pontos que possibilitem uma melhor comodidade para os clientes, facilidade do acesso aos créditos como na forma de operacionalizar as recargas. E ainda, a concessionária avaliará os pré-requisitos necessários para a operação de aprimoramento dos sistemas, canais de comunicação com os medidores, procedimentos de gestão, e o faturamento, nas áreas aptas para implantação.

As distribuidoras de energia não são obrigadas a dispor desse plano pré-pago, mas se for o usuário interessado, além de ter que esperar a aprovação do Inmetro também terá de aguardar uma notificação da concessionária para saber se o modelo estará disponível em sua região. Se à Energisa não considerar o modelo vantajoso, terá a opção de não implantá-lo.