Consulta pública sobre Enem recebe mais de 36 mil sugestões

Consulta pública sobre Enem recebe mais de 36 mil sugestões

A consulta pública sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) recebeu 36.582 sugestões. O objetivo da consulta era, segundo o Ministério da Educação (MEC), ajudar na reformulação do exame federal, como torná-la uma prova digital. O prazo para participar da consulta terminou na última terça-feira.

Pelo período de 15 dias, os brasileiros puderam responder às três perguntas do formulário: "Qual é a sua sugestão para a ampliação do banco de itens nas quatro áreas de conhecimento do Enem (linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias)?"; "Qual a sua sugestão para o aprimoramento da logística, segurança e aplicação da prova?"; "Gostaria de fazer algum outro comentário acerca do tema?".

Essa foi a segunda consulta pública aberta pelo Ministério da Educação, a primeira foi sobre o programa Diretor Principal e recebeu mais de 45 mil sugestões.

"A participação da sociedade na consulta demonstra a importância desse programa como principal porta de acesso democrático no ensino superior brasileiro", afirmou, em nota, o ministro interino do MEC, Luiz Claudio Costa.

Costa assumiu a pasta interinamente há uma semana, após o afastamento médico do agora ex-ministro da Educação, Cid Gomes. Na tarde desta quarta-feira, após depoimento no Congresso Nacional em que voltou a chamar de achacadores os deputados da Casa, Cid Gomes foi demitido pela presidente Dilma Rousseff.

 
 
 
 

180 Graus