Construtor responsável pela obra do matadouro em Itaporanga foi preso pela Operação Andaime

Construtor responsável pela obra do matadouro em Itaporanga foi preso pela Operação Andaime
O vereador Ricardo Pinto (PSDB) lembrou, durante a sessão desta quinta-feira (25) da Câmara Municipal de Itaporanga, que já havia denunciado indícios de irregularidades em licitações ganhas pela empresa Lorena & Adria Construções, Comércio e Locações Ltda. – ME no município de Itaporanga, uma das quais cancelada cujo valor superava de R$ 1,1 milhão destinado à limpeza pública. 
 
A outra licitação ganha pela referida empresa foi ganha para construção do novo matadouro público, num valor superior a R$ 600 mil. O assunto veio à tona na sessão da noite passada porque o dono da empresa, Francisco Antônio Fernandes de Sousa (Antônio Popo), foi preso semana passada pela Operação Andaime, criada para desarticular empresas fantasmas que fraudavam licitações em cerca de 80 municípios paraibanos. 
 
A operação é realizada em parceria com a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, Controladoria Geral da União, Gaeco e a Polícia Militar. Ricardo Pinto, ainda, lembrou aos pares que fez várias denúncias ao Ministério Público sobre as irregularidades: "Esse é o papel do vereador, denunciar os erros que são cometidos na administração pública. Esse empresário está preso por envolvimento nesse esquema e ele ganhou licitação também aqui, em Itaporanga", disse.

O procurador-geral de Justiça do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Bertrand de Araújo Ásfora, assina na manhã desta sexta-feira (26) a denúncia ao Tribunal de Justiça das ações desenvolvidas na terceira fase da 'Operação Andaime'; e o anuncia o início da quarta fase dessa mesma operação.
 
 
 
 
Fonte: RP