Concurso para Defensoria Pública da União está prestes a ser lançado; salários de até R$ 4 mil

Concurso para Defensoria Pública da União está prestes a ser lançado; salários de até R$ 4 mil
A Defensoria Pública da União (DPU) está prestes a definir a instituição organizadora do concurso para os cargos de níveis médio e superior, a fim de prover o cadastro de reserva para as 61 unidades distribuídas pelo país, já que a validade da seleção de 2010 termina no mês de junho. De acordo com a Assessoria de Imprensa do órgão, a Secretaria de Assuntos Jurídicos está analisando as propostas de sete das nove instituições interessadas em organizar o concurso, para a escolha final.
 
No entanto, segundo o setor, ainda não há como prever um mês para o anúncio da organizadora, tampouco para a publicação do edital, impossibilitando ainda saber se haverá vagas imediatas para as unidades da DPU, como as do Rio de Janeiro, onde o órgão atende no Centro e nas cidades de Niterói, São João de Meriti e Volta Redonda. A boa notícia é que a validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogada pelo mesmo período, prazo em que as oportunidades costumam surgir devido às vacâncias e às aposentadorias.

Apesar das incertezas, o concurso irá contemplar o cargo de agente administrativo, que exige o ensino médio e proporciona ganhos de R$3.191,02; analista técnico administrativo, para quem tem o nível superior em qualquer área; e os cargos de arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em comunicação social (Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda), ambos com ganhos superiores a R$4.620,82.
 
Mais vagas no futuro - Caso os senadores aprovem a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 4/2014, que fixa prazo de oito anos para que a União, os estados e o Distrito Federal dotem todas as unidades jurisdicionais de defensores públicos, será possível o aumento do número de vagas nos próximos concursos. A previsão da Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef) é que o número de atendimentos da DPU supere a marca de 300 mil ao mês, o que demandaria mais profissionais para a levar a Defensoria ao interior do país.

Folha Dirigida