Comitê da bacia hidrográfica do rio Paraíba realiza reunião extraordinária em Campina Grande

Comitê da bacia hidrográfica do rio Paraíba realiza reunião extraordinária em Campina Grande

O comitê da bacia hidrográfica do rio Paraíba (CBH-PB) realizará reunião extraordinária nesta quarta-feira (30).  O encontro, organizado pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), acontecerá às 9h, no Colégio Estadual da Prata, em Campina Grande. O evento tem como objetivos a apresentação e revisão do regimento interno.

Esse será o primeiro encontro dos novos integrantes do CBH-PB. Representantes da sociedade civil, dos usuários de água e das três instâncias dos poderes públicos foram empossados no final do mês de maio, quando foi escolhida a nova diretoria do órgão deliberativo. De forma democrática, os 60 membros elegeram o presidente Ulysmar Curvelo Cavalcante, a vice-presidente Tânia Cristina Silva e a secretária geral Elma Maria de Araújo.

Conhecido como "Parlamento das Águas", o CBH-PB promove a gestão participativa dos recursos hídricos estaduais representando 85 municípios. Com uma área superior a 20 mil quilômetros quadrados, ela é a segunda maior bacia hidrográfica do Estado, abrigando quase dois milhões de habitantes e abrangendo 38% de seu território.

"Os comitês de bacia são a base da gestão participativa nos recursos hídricos. Por isso, o Governo do Estado tem pautado a renovação dos conselhos paraibanos com muita determinação ao longo dos últimos anos. Em 2011, os três comitês (do Rio Paraíba, do Litoral Norte e do Litoral Sul) estavam praticamente sem funcionar. Criamos uma comissão de trabalho na Aesa e fizemos a rearticulação visitando as cidades abrangidas pelos comitês", destacou o diretor de Gestão e Apoio Estratégico da Aesa, Chico Lopes.

Frota - A Aesa está ampliando a sua frota para melhorar o monitoramento da qualidade da água dos açudes paraibanos. Após apresentar a necessidade do veículo junto à Agência Nacional das Águas (ANA), o órgão estadual recebeu a doação de uma caminhonete com tração 4x4, cabine dupla e carroceria fechada.

"A ANA tem nos ajudado e reconhecido nossos esforços. Depois que cumprimos todas as metas do Progestão, a Paraíba foi reconhecida pela Agência Nacional como referência na gestão de recursos hídricos e passou a integrar o Grupo I, junto com Ceará, São Paulo e Minas Gerais", destacou o presidente da Aesa, João Vicente Machado Sobrinho.