Comissão vota na próximo semana cronograma do Impeachment

Comissão vota na próximo semana cronograma do Impeachment

O presidente da Comissão Especial do Impeachment, Senador Raimundo Lira (PMDB-PB), concedeu prazo até a próxima semana para os senadores votarem a proposta de cronograma de trabalho do colegiado. Ele decidiu esticar o prazo para que os senadores tenham a oportunidade de sugerir mudanças nas datas apresentadas pelo relator no processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT).

Conforme o cronograma apresentado pelo relator da Comissão, Senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), seria no dia 27 de julho a votação, na comissão, de seu relatório indicando se há ou não comprovação da prática de crime de responsabilidade pela presidente afastada Dilma Rousseff. Ele propõe ainda que o Plenário vote o parecer da pronúncia até 2 de agosto.

O prazo, que representa metade do período máximo de 180 dias de afastamento de Dilma Rousseff, foi considerado muito curto pelos senadores pelo PT Lindbergh Farias (RJ), Gleisi Hoffmann (PR), José Pimentel (CE), Fátima Bezerra (RN) e Humberto Costa (PE) e pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). Eles pediram o adiamento da votação da proposta de cronograma, visando à negociação das datas, e foram atendidos por Lira.

De acordo cm a Agência Senado de Notícias, o Senador Raimundo Lira pediu aos integrantes da comissão que apresentem suas demandas de ajustes nas datas propostas, para que o cronograma possa ser definido na próxima semana.

 

 

 

Mais PB