Comando da PM vai utilizar um reforço de mais de 4,5 mil nas eleições desse ano na PB

Comando da PM vai utilizar um reforço de mais de 4,5 mil nas eleições desse ano na PB

As eleições desse ano na Paraíba vão contar com um reforço policial de 4.561 policiais militares que vão realizar a guarda de urnas, policiamento próximo aos locais de votação e ações para inibir crimes eleitorais. Denominada de “Voto Seguro”, a operação começa ser colocada em prática nesta quarta-feira (1°) quando a tropa começa a ser enviada para as 223  cidades paraibanas.


O embarque das tropas será realizado no Centro de Educação da instituição, em Mangabeira, começando pelos militares que vão atuar no Sertão do Estado e na região de Monteiro. Na quinta-feira, também haverá embarque dos policiais que vão trabalhar na Região de Campina Grande e nas cidades do Litoral Norte e Sul paraibano. Na sexta-feira, todo efetivo estará presente nas cidades, quando começa a instalação das urnas nos locais de votação.


A PM também vai atuar nos três Centros de Comando e Controle, locais onde ficarão reunidos profissionais de vários órgãos, para monitorar a instalação das urnas na sexta-feira e sábado e corrigir possíveis problemas de forma imediata. No domingo, dia da votação, o Centro funcionará das 7h até o término da apuração dos votos. As estruturas serão montadas nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos.


Mesmo com o reforço por causa do pleito, o policiamento nas ruas continua, já que o efetivo empregado para a eleição foi mobilizado dos setores administrativos, diretorias e plantões extraordinários. A Polícia Militar vai atuar com todos os policiais durante o período.


De acordo com o coordenador de planejamento da Polícia Militar, tenente-coronel Montgomery Silva, a PM está pronta para garantir a segurança nas eleições. “Tivemos um planejamento que começou, desde o início do ano, coletando dados e ouvindo várias pessoas envolvidas no pleito, a exemplo de juízes e promotores, que nos trouxeram pontos a serem ajustados. Atendemos essas necessidades e, a partir desta quarta-feira, começaremos a enviar os policiais para as cidades, com o objetivo de manter a tranquilidade neste momento tão importante para a democracia do país”, destacou.


Reforço  - Dezoito cidades terão um esquema de segurança diferenciado devido ao acirramento político registrado sendo o Comando da Polícia Militar. João Pessoa, Patos e Campina Grande contarão com Centros de Comando, que facilitará a comunicação entre os juízes eleitorais e os comandos da PM nas várias regiões. Os espaços montados garantirão mais agilidade na comunicação para garantir o cumprimento seja de apreensões ou prisões decididas pelo juiz eleitoral, segundo o TRE.


O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, considerou muito bem elaborado o Plano Integrado de Segurança das Eleições 2014. Ele  afirmou que o Plano Integrado de Segurança atende às reivindicações para garantir a segurança do pleito. “O plano garantirá a tranquilidade que todo mundo deseja. Estão assegurados a guarda dos locais de votação, dos deslocamentos das mídias e do guarnecer os Núcleos de Apoio Técnico às Urnas em João Pessoa, Patos, Campina Grande e Pombal”, frisou.

 
 


Paulo Cosme