Comandante dos Bombeiros afirma que incêndio no Pico do Jabre foi criminoso

Comandante dos Bombeiros afirma que incêndio no Pico do Jabre foi criminoso

O comandante do 4º Batalhão de Bombeiros Militar de Patos revelou hoje (23) que o incêndio que devastou a vegetação do Pico do Jabre, área de preservação ambiental, foi criminoso. De acordo com o tenente-coronel Saulo Laurentino, no local, os bombeiros encontraram baldes, tecidos e garrafas com combustível.

Ele relatou ainda que os moradores da área perceberam a presença de dois homens em uma moto, próximo aos locais onde os focos de incêndio foram iniciados. 

Saulo Laurentino disse ainda que desde o início do incêndio começou, na tarde da última sexta-feira (16), as equipes perceberam um comportamento anormal nas chamas, com aparição de focos de incêndio em lugares distintos.

“Nossos peritos já haviam notado isso e começaram a suspeitar. A confirmação começou a surgir na noite da terça-feira, quando uma moradora informou que viu dois homens em uma moto com alguns objetos em uma parte do pico e que logo após a saída deles, um incêndio começou a tomar conta da vegetação onde eles estavam”, disse.

Segundo o comandante, a união desta informação, com o encontro dos produtos inflamáveis e o levantamento feito pela equipe de peritos do Corpo de Bombeiros confirmaram que o incêndio foi criminoso. “Não há dúvidas para nós que participamos do combate de que foi um incêndio doloso, criminoso”, disse o comandante.

 

Com informações de Patosonline.