Com sensação de dever cumprido, Botafogo conquista volta à série A

Com sensação de dever cumprido, Botafogo conquista volta à série A

O campeonato da Série B do Brasileirão ainda não chegou ao fim, mas o Botafogo já respira aliviado com a sensação de dever cumprido. Com três rodadas de antecipação, o Glorioso conquistou sua volta à Série A coroando o bom trabalho de um ano que começou com muitas incertezas.

A principal delas, sem dúvida, dizia respeito às condições administrativas. Imerso em uma profunda crise financeira, que provocou a saída de diversos jogadores importantes do elenco por decisões judiciais em 2014 alegando atraso de salários, o alvinegro carioca precisava se adequar a um planejamento bastante austero de investimentos a partir de 2015.

Ciente de suas limitações financeiras, o Botafogo decidiu estabelecer um teto salarial de R$ 60 mil para a montagem do elenco que disputaria a Série B deste ano. A exceção seria o goleiro Jefferson, líder e principal jogador da equipe, que foi um dos poucos remanescentes da desastrosa campanha de 2014.

Desconfiança

Para liderar a nova fase, o atual presidente alvinegro, Carlos Eduardo Pereira, resolveu apostar em uma dupla experiente: trouxe o ex-técnico Antonio Lopes como coordenador de futebol e René Simões como treinador. A escolha dos dois causou bastante desconfiança entre os torcedores, como nos revela Rodrigo Federman, do blog Cantinho Botafoguense: “Confesso que não gostei do anúncio do René Simões e do Lopes. No caso do René, nunca teve currículo vencedor. É mais palestrante do que treinador de campo. Já o Lopes, como treinador, nunca me agradou. Mas, diferente do René Simões, tem currículo e títulos expressivos que não podem ser questionados”.

Apesar das críticas, a dupla conseguiu mostrar o bom trabalho montando um elenco competitivo dentro das possibilidades econômicas do Glorioso, que surpreendeu a muitos no campeonato estadual faturando o título da Taça Guanabara (equivalente ao primeiro turno do Carioca) e o vice-campeonato contra o Vasco. O bom ritmo se manteve no início da Série B, com o time largando na liderança e ficando oito rodadas invicto. Porém, a oscilação da equipe sob o comando de René e uma precoce eliminação na Copa do Brasil provocaram a demissão do então técnico.

Incógnita

Com a saída de René, o Botafogo resolveu apostar em Ricardo Gomes. Vítima de um AVC em 2011, quando comandava o Vasco da Gama, Gomes se encontrava afastado dos gramados desde então e pouco se sabia a respeito de suas reais condições de trabalho. “Apesar da volta do Ricardo Gomes aos gramados ter sido uma incógnita (devido ao tempo afastado no futebol), gostei quando ele foi anunciado. Eu sempre o admirei como zagueiro e treinador. Inegavelmente é muito melhor do que o seu antecessor”, afirma Federman.

Apesar de um início complicado, marcado por uma sequência de resultados ruins, a escolha de Gomes se mostrou acertada, e, após algumas rodadas no comando da equipe, o treinador conseguiu dar sua cara ao time, consolidando-se na liderança da Série B e levando à tão aguardada volta à Série A. Diante do sufoco passado pelo Vasco da Gama em 2014, quando a equipe cruzmaltina garantiu o acesso na penúltima rodada e terminou a classificação apenas um ponto à frente do quinto colocado, esperava-se que a campanha do Botafogo fosse um pouco mais complicada do que realmente se mostrou. “Não achei que sofreríamos igual ao Vasco em 2014, mas confesso que não esperava que fosse tão mais simples e fácil permanecer no G4 desde a segunda rodada, levando um ‘sustinho’ apenas na reta final do primeiro turno. O segredo do Botafogo na Série B foi sem segredo: Camisa. Ela pesa. E em muitos jogos ficou evidente nos resultados finais”, afirma Federman. 

Único time garantido matematicamente na Série A até o momento, o Botafogo agora busca o título da Série B para marcar a boa temporada. No momento, o time lidera o campeonato com 68 pontos, cinco a mais que América Mineiro e Vitória, segundo e terceiro colocados, respectivamente, faltando apenas dois jogos para o término da competição.

 

 

Blasting News