Com mais 13,5 mil agências fechadas, greve dos bancos completa 17 dias e sem previsão de acabar

Com mais 13,5 mil agências fechadas, greve dos bancos completa 17 dias e sem previsão de acabar

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcelo Alves, disse durante entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação desta quinta-feira (22) que a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) está em silêncio desde o último dia 15 sem apresentar qualquer outra proposta para a categoria. “Estamos aberto ao diálogo, aguardando e esperando para uma nova rodada de negociações”, disse o sindicalista.

Ele disse que até agora foi oferecido apenas 7%, o que segundo ele, não repõe a inflação do período. “Mas parece que os banqueiros, que tanto lucram nesse país, querem apostar no enfraquecimento, no cansaço e nas desmobilização da greve”, lamentou.

Marcelo Alves disse que hoje são cerca de 13,6 mil pontos bancários fechados e que a greve continua coesa, forte. Ele garantiu que os bancários estão unidos e não vão ceder enquanto não houver uma negociação séria por parte dos banqueiros ‘ que não têm nenhuma responsabilidade social para com a sociedade brasileira”, finalizou. 

 


Paulo Cosme\Fernando Braz