Com 'embromação', Levy deve apresentar mais medidas, sem citar ações

Com 'embromação', Levy deve apresentar mais medidas, sem citar ações

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse que o governo tem uma série de "reformas estruturais" que estão sendo discutidas com o Congresso e que o país precisa de uma "ponte fiscal" para voltar ao crescimento econômico. Ele afirmou que o pacote com as novas medidas deve estar "bem estruturado para começar a ser votado" até o final de setembro.

Questionado por jornalistas, o ministro não especificou nenhuma nova medida a ser adotada e disse não ter valores de cortes ou aumento de arrecadação que pudesse "compartilhar neste momento". Levy negou que esteja definido um congelamento dos reajustes de funcionários públicos e disse que eventuais altas de impostos ainda não foram decididas.

180 Graus