Com cabelos aparados, Veneziano começa reação através da propaganda de TV do partido exibindo estilo "paz, amor e trabalho".

Com cabelos aparados, Veneziano começa reação através da propaganda de TV do partido exibindo estilo "paz, amor e trabalho".
 Veneziano Vital do Rêgo, o pré-candidato à sucessão governamental pelo PMDB, tem um estilo “paz, amor e trabalho”. No entanto, resolveu acrescentar um ingrediente à mistura: pimenta. O resultado foi ao ar no programa televisivo deste domingo (8). Deu-se durante a inserção do seu partido para a disputa eleitoral de outubro.
Para tornar a propaganda eletrônica mais picante, a equipe de marketing de Veneziano decidiu colocar no ar uma peça tratando dos principais problemas da Paraíba, “o clima é de instabilidade com o aumento da violência”, disse ele na peça publicitária sobre preocupante situação que permeiam a gestão do PSB.
Complementando, disse o pré-candidato do PMDB que “enquanto a violência aumenta os responsáveis batem boca na mídia para saber quem mais demitiu servidores”. A fala dele se refere ao governador Ricardo Coutinho (PSB) e o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), ex-sócio da gestão “socialista”, os dois adversários do peemedebista nas eleições de outubro.
Com novo visual, cabelo aparado, Veneziano ocupa o espaço na mídia que ainda não teve neste período da pré-campanha eleitoral. Aliás, uma tremenda injustiça. Nos próximos dias, os espaços serão de igualdade para todos. O que se pode perceber na inserção, é que a propaganda será não só apimentada, mas também de soluções para resolver os problemas da Paraíba.
Veneziano não pretende transformar seu programa de televisão num festival de denúncias, mas de contrapor os adversários Ricardo e Cássio de que dividiram um governo de caos. Neste aspecto, a intenção do programa convém refrescar a memória do eleitor.
Os casos foram jogados ao meio-fio na voz do próprio pré-candidato a governador Veneziano Vital. “Eles (se referindo a Ricardo e Cássio) prometeram um grande salto, “mas demitiu-se servidores, fecharam escolas, delegacias e até pessoas foram espancadas nos hospitais…”. "Ao invés do sensacionalismo, o PMDB propõe ações propositivas em benefícios dos paraibanos", concluiu. (com Marcone Ferreira)