Com apenas 13% da capacidade, açude Coremas continua secando e vive pior situação da história

Com apenas 13% da capacidade, açude Coremas continua secando e vive pior situação da história

O portal Liberdade tem acompanhado a situação atual do Açude de Coremas principalmente agora que a realidade chegou ao seu extremo, ocasionada pela seca que afeta impiedosamente a região.

O quadro é preocupante e caso o inverno não se configure em 2016 “Coremas” poderá secar.

Dados informados pela Agência das Águas da Paraíba (AESA), nesta quinta-feira (22) apontam que o reservatório, que é responsável pelo abastecimento de Pombal e outros municípios da região, estava com apenas 13,4% de sua capacidade hídrica, o pior volume da história.

A capacidade total é de 591.646.222 m³ de água, mas encontra-se com 79.136.051 m³ armazenados. Cada 1m³ é equivalente a mil litros de água.

Os gráficos revelam que somente neste mês de outubro a redução no volume de água foi de 4 milhões, 972 mil metros cúbicos, uma média de 226 mil por dia, o que equivale a mais de 2 milhões de litros de água.

De outubro de 2014 para agora, o volume caiu de 164 milhões, 713 mil m³ para os atuais 79 milhões.

Alguns moradores afirmam que até o final de dezembro atingirá o seu volume morto, que é aquele abaixo do volume útil e não serve de uso para o consumo.

Para moradores de cidades que são abastecidas pelo manancial, com a perspectiva de um período chuvoso abaixo da média, não visualizam alternativas que possam sanar o efeito cíclico que se abate sobre a região como a pior seca dos últimos 30 anos.

As imagens captadas pela nossa reportagem comprova a situação gravíssima.

A última vez que o importante açude sangrou foi no ano de 2008 e pelo visto muitos anos ainda serão necessários para que a cena possa ser repetida.

Sem alternativas e urgentes ações por parte de nossas autoridades, a fé em Deus tem sido a única chama de esperança que ainda resiste diante de um futuro incerto e dessabido. 

 

 

 

 

 

 

Marcelino Neto / Naldo Silva - LIBERDADE PB