Com 19 votos, situação aprova MP que suspende reajuste

Com 19 votos, situação aprova MP que suspende reajuste

Com 19 votos, a bancada da situação na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, na sessão desta terça-feira (15), a Medida Provisória (MP) 242, de autoria do Governo do Estado, que suspendeu a data-base do reajuste do funcionalismo público e congela gratificações.

A matéria obteve nove votos contrários da bancada da oposição. Durante a apreciação da MP, servidores públicos do estado lotaram da ALPB para protestarem contra a medida do governo.

O deputado Tovar Correia Lima (PSD) lamentou a aprovação da matéria, que, segundo ele, prejudica o funcionalismo.

“Lamentamos que ao invés de buscar saídas estratégicas para a crise, o governador prefira sacrificar os trabalhadores. Logo eles, que já sofrem os efeitos do aumento dos preços e da diminuição do poder de consumo. Alguns convivem com o desemprego dentro de casa e são os únicos a manterem seus lares”, defendeu Tovar.

Entre as ações que poderiam ser adotadas pelo Executivo para enfrentar a crise financeira, segundo o parlamentar, estão: diminuição com os gastos com publicidade; extinção dos servidores codificados; diminuição dos cargos comissionados; evitar a renúncia fiscal sem critérios; restrição ao uso de diárias; restrição à locação de veículos; diminuição das viagens no avião do estado para locais de curta distância; e congelamento de gratificações.

 

 

 

MaisPB