Cientistas usam impressora 3D e criam câncer em laboratório para ajudar em tratamento

Cientistas usam impressora 3D e criam câncer em laboratório para ajudar em tratamento

Existe muita esperança em torno de impressoras 3D capazes de produzir coisas com células vivas - novos órgãos para quem precisa de um transplante ou pele para vítimas de queimaduras, por exemplo. Mas agora elas estão sendo usadas com um objetivo inusitado: imprimir tumores.

A ideia é criar, em laboratório, um modelo de tumor cervical mais próximo do encontrado em pacientes. Normalmente, células cancerígenas são estudadas em placas de petri e acabam sendo modelos em 2D dos tumores. Com um modelo em 3D, cientistas podem analisar melhor o seu comportamento e ver como o câncer reage a diferentes tipos de treinamento. Quanto mais realista é o modelo, mais promissores são os tratamentos que funcionam nele.

Ou seja: criar câncer pode ser um passo para curar câncer.

Atualmente, uma equipe internacional de cientistas trabalha no projeto - detalhado pela revista especializada IOP Science.

Galileu