Cidade bíblica de 3.800 anos é encontrada por arqueólogos depois de 15 anos de escavação

Cidade bíblica de 3.800 anos é encontrada por arqueólogos depois de 15 anos de escavação

Depois de 15 anos de escavação conhecidos como os mais complexos já realizados em Israel, arqueólogos descobriram a Cidade da Primavera. A construção retoma a época de Davi e seu filho Salomão, reis de Israel. 

A cidade descoberta tem cerca de 3.800 anos

Dezenas de pesquisadores liderados pelo professor Ronny Reich da Universidade de Haifa e por Eli Shukrun, membro da Autoridade de Antiguidades de Israel. 
A escavação aconteceu na Cidade de Davi, no Parque Nacional de Davi A Cidade da Primavera foi construída para salvar e proteger a água da cidade de inimigos que tentavam dominá-la. Também era usada para proteger os cidadãos que iam até lá buscar água no caminho de volta para suas casas

Protegida pela fonte de Giom, o local é descrito no livro bíblico de Reis. Lá, Salomão foi ungido rei pelo sacerdote Zadoque por ordem de seu pai Davi.

No época, Davi soube que membros da política local tinham um plano para tomar o reinado de sucessão 

A Cidade da Primavera é a maior fortaleza cananeia que ainda resiste ao tempo. 

Os arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel acreditam também que é a maior fortaleza conhecida que existe antes do reinado de Herodes

Um site com todas as informações foi aberto para que os visitantes explorem um pedaço da história bíblica 

 

Foto: Reprodução/jpost.com

R7