Cícero nega desejo pela vice de Cássio e revela exclusão de conversas do PSDB

Cícero nega desejo pela vice de Cássio e revela exclusão de conversas do PSDB

O senador Cícero Lucena (PSDB) negou, nesta segunda-feira (16), que tenha o desejo de ser o candidato a vice-governador na chapa majoritária do PSDB, encabeçada pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), e não disputar a reeleição nas eleições estaduais deste ano. Cícero não aceitaria ser trocado pelo deputado Ruy Carneiro (PSDB), que deve ser o vice de Cássio.
Cícero ratificou que já colocou seu nome para disputar  a reeleição e está aguardando o partido decidir se quer ou não sua candidatura. "Deixei na mão do candidato a governador, o Cássio, e do presidente do partido para que eles dicidam se me querem ou não na chapa, se querem que o povo da Paraíba me julguem ou não", afirmou

Sobre a pretensão de disputar a vaga de vice, Cícero disse que não seria inteligente pleitear o Senado, já admitindo outra vaga. “Não há nenhum contato sobre isto, não posso fazer nenhum comentário, porque não chegou nenhuma conversa sobre isto, a não ser as informações que saíram pela imprensa. Continuo no aguardo do que vai acontecer. Minha posição de disputar o Senado é clara ”, afirmou.

 Cícero revelou também que está sendo excluído das discussões do PSDB para o pleito. Segundo ele, há cerca de 70 dias não conversa com a cúpula tucana na Paraíba.

Indagado sobre os motivos da exclusão, o senador disse que não sabe. “Não sei, estou aguardando eles anunciarem. Acho que estão articulando para tomarem uma decisão”, afirmou.  

 

 Cristiano Teixeira - MaisPB