Cícero diz que não participa das conversas do PSDB por que é honesto

Cícero diz que não participa das conversas do PSDB por que é honesto

O senador Cícero Lucena (PSDB) revelou, nesta sexta-feira (06), que não participa mais das reuniões do PSDB, comandadas pelo pré-candidato do partido a governador, o senador Cássio Cunha lima; e pelo presidente estadual da sigla, deputado Ruy Carneiro; para discutir as eleições estaduais deste ano, por que age de forma correta, honesta.

“Não temos conversado, deixei de participar das conversas por que ajo de forma honesta”, afirmou.

As declarações de Cícero foram feitas durante entrevista ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM, de João Pessoa (PB).

A crise entre Cícero e a cúpula tucana na Paraíba é motivada pelo fato do partido não assegurar legenda para ele disputar a reeleição. Cássio entende que o partido não tem condições de indicar o governador e o senador na majoritária, carecendo de alianças com outras siglas para fortalecer a chapa.

No entanto, Cícero voltou a ratificar que tem o direito legítimo de disputar a reeleição. “Minha candidatura é nata. O estatuto do PSDB assegura o meu direito a reeleição”, afirmou.

O senador também criticou a forma como Ruy Carneiro vem conduzindo o processo de alianças do PSDB e o tratamento que o deputado desempenha a sua pessoa. “No lugar de Ruy não faria o que ele fez. Em 2004, quando era prefeito, ninguém queria a candidatura dele para prefeito e eu o defendi”, lembrou.

Indagado se existe a possibilidade de não votar em Cássio para governador, caso seja preterido como está se configurando nas alianças do PSDB, Cícero disse que prefere não especular.

“Não vou discutir o se. A minha proposta é a mesma, ofereço meu nome para senador. Preciso que o partido me responda o que ele quer. É o partido é que vai dizer se me quer ou não como candidato. Sendo candidato estarei engajado na campanha”, afirmou.

Cristiano Teixeira - MaisPB