Charliton não abre mão de nome de Ricardo no guia e dissidentes do PT terão que recorrer à Justiça

Charliton não abre mão de nome de Ricardo no guia e dissidentes do PT terão que recorrer à Justiça

Os candidatos a deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores contrários à aliança com o PSB, do governador Ricardo Coutinho, poderão recorrer à Justiça Eleitoral para evitar a aparição do nome do socialista no guia eleitoral.

O presidente do PT, Charliton Machado, explicou que apesar de o partido sair sozinho na disputa para a Assembleia Legislativa, o nome de Ricardo e do candidato a senador, Lucélio Cartaxo (PT), estarão presentes na propaganda eleitoral. “Não podemos ponderar sobre isso. A nossa aliança já foi aprovada pelo partido e pela Justiça Eleitoral”, falou.

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) afirmou que irá solicitar ao partido a exclusão do nome socialista do seu guia e garantiu que irá ingressar com uma ação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), caso seu pedido seja negado. “Eu não gravei meu guia junto com o PT e recorrerei à Justiça Eleitoral se a direção estadual não me atender”, declarou.

Charliton assegurou que não aceitará a dissidência ao dizer que as regras da campanha deverão ser aceitas. “Todas as nossas chapas estarão vinculadas a Ricardo. Não tem mais como fazer contestação nenhuma”, observou.

Ele ainda acrescentou que os números de Ricardo e de Lucélio estarão no guia eleitoral dos candidatos a deputado federal.

 

Blgo do Gordinho