Charliton Machado diz que Cartaxo abandonou a população e os profissionais da saúde

Charliton Machado diz que Cartaxo abandonou a população e os profissionais da saúde

Na última sexta-feira, 8, o pré-candidato do PT a prefeito de João Pessoa, professor Charliton Machado, participou da atividade Dialoga João Pessoa – Saúde, que reuniu profissionais da área de saúde, entre eles, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e agentes de saúde, além de dirigentes do PT da Paraíba e do PT de João Pessoa, e pré-candidatos a vereador do partido.

A terceira edição da plenária organizada pelo diretório do PT de João Pessoa aconteceu em O Sebo Cultural e segundo o professor Charliton Machado, “mais uma vez o Dialoga João Pessoa mostrou a importância de um espaço aberto para a construção de políticas públicas que façam a cidade avançar, e sempre ouvindo as pessoas que vivenciam cada área, e neste caso foi a saúde”.

O pré-candidato do PT a prefeito de João Pessoa acrescentou que após muito debate, foram colocadas algumas questões:

“Todos os que participaram da reunião chegaram ao consenso que o programa para a saúde municipal eleito pela população em 2012 foi abandonado pelo prefeito Luciano Cartaxo, assim como a postura de diálogo com os profissionais, uma das principais características de todas as gestões petistas. Em resumo, o prefeito abandonou a população e os profissionais”.

Na construção do projeto que irá apresentar nas eleições deste ano, Charliton Machado destacou que além de retomar o programa base de 2012, serão aprofundadas a criação do Hospital da Mulher, da Casa Mamãe-Bebê e da Casa do Parto Normal.

“Esses são apenas alguns pontos, e claro que sabemos que é preciso melhorar urgentemente os serviços oferecidos nas Unidades Básicas de Saúde, nas Unidades de Pronto Atendimento, e nos hospitais administrados pelo município. Estamos escutando os melhores profissionais, e também a população, para a construção de um projeto que atenda as necessidades urgentes de um dos setores que demonstra maior falta de zelo da Prefeitura Municipal de João Pessoa, a saúde pública”.

 

 

 

FONTE: Ascom