Charliton diz que PT fez aliança com PSB quando poucos queriam e acredita em continuidade

Charliton diz que PT fez aliança com PSB quando poucos queriam e acredita em continuidade

O presidente do PT na Paraíba, professor Charliton Machado, afirmou durante entrevista ao programa Rede Verdade da TV Arapuan, que o seu partido não cobrou ao PSB uma aliança para as eleições de 2016, quando formaram a chapa majoritária para a eleição do ano passado, mas ressaltou que poucos naquela ocasião, queriam se coligar com o PSB e com o governador Ricardo Coutinho.

Charliton acredita na continuidade da aliança para as próximas eleições, mas diz que este assunto será debate entre os principais interessados no tempo certo. Para ele, não se faz mais política pensando em projetos muito curtos que a cada eleição tenha que ser remontados.

“Nós fizemos uma aliança em 2014 e não cobramos uma aliança ao governador para 2016, mas essa união foi aprovada pelas urnas com uma votação expressiva de Lucélio Cartaxo com mais de meio milhão de votos. Com o crescimento da campanha de Ricardo Coutinho, principalmente em João Pessoa, quando poucos queriam fazer aquela aliança, então acreditamos que essa aliança por uma questão de sociedade, de projeto político e progresso da cidade e do Estado, deve ser mantida”, destacou.

Charliton minimizou a divisão da bancada petista na Assembleia Legislativa da Paraíba, onde um deputado (Anísio Maia) apoia o governo e o outro (Frei Anastácio) faz oposição. Para o petista, Frei Anastácio é um divergente do partido e suas críticas, são mais do ponto de vista pessoal, do que político. Ele lembrou ainda que o PSB também tem um vereador fazendo oposição ao prefeito Luciano Cartaxo na Câmara Municipal, que é Renato Martins.

 

 

 


Marcos Wéric