Charliton diz que nome de Azevedo no PSB 'agrega por ser um gestor', mas PT tem 'calendário próprio'

Charliton diz que nome de Azevedo no PSB 'agrega por ser um gestor', mas PT tem 'calendário próprio'

O presidente do PT da Paraíba, Charliton Machado, comentou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta segunda-feira (19), que é muito cedo para um posicionamento partidário em relação à ratificação do nome do secretário de estado, João Azevedo, como pré-candidato do PSB para João Pessoa, mas destacou que é uma candidatura legitima e “agrega por ser um gestor”.

“É muito cedo, esperamos fazer um debate com todos os partidos e o PSB tem sua economia interna, sua dinâmica e uma preocupação em antecipar sua candidatura. É legitimo, um nome agrega do ponto de vista político por ser gestor, mas do ponto de vista partidário em relação a propositura do nome de Azevedo ou qualquer outro do PSB, temos um calendário que é próprio do PT”, afirmou.

Este calendário partidário vai até o final de março, início de abril de 2016 e até lá, o presidente afirmou que o partido deve ir acumulando possibilidades que forem colocadas, de candidatura própria ou composição com partidos que fazem parte do campo do que é denominada como frente popular ou frente mais progressista em João Pessoa.

De acordo com o presidente, o PT não descarta candidatura própria na Capital e citou o nome de Luiz Couto (PT), que já disputou duas eleições e “tem força, história política e moral ilibada”, disse. Apesar disso, Machado destacou que todas as teses são bem vindas e que no momento oportuno o partido vai decidir se terá candidatura própria, aliança ou composição na majoritária. 

 

 

 


Marília Domingues / Fábio Augusto